Data de Inicio:

11/07/2019

Data de Término:

11/07/2019

Carga Horária:

8 horas

Data limite inscrição:

10/07/2019

Ementa:

1 – Apuração

1.1  – Códigos e variações de códigos de arrecadação

1.2 – Recolhimento em quotas – condições

 

2  –  Opção pelo regime

2.1 – PIS e COFINS – regime cumulativo

2.2 – Impossibilidade de adesão ao regime

2.3 – Determinação da receita total do ano calendário anterior para fins de opção

 

3  – Distribuição de lucros com isenção do IRRF

3.1 – Tratamento do valor excedente ao limite com base na presunção

3.2 – Situações de obrigatoriedade de entrega da ECD

 

4  – Bases de cálculo sobre a receita bruta

4.1  – Definição de receita bruta após a Lei 12.973/2014

4.2  – Percentuais de presunção

4.3 – Deduções admitidas da base

4.4 – Redução da base de serviços de 32% para 16%

4.4.1 – Recolhimento do IRPJ complementar em caso de excesso

4.4.2 – Situações dirimidas por ADI ou Soluções de Consulta da RFB;

 

5  – Demais receitas e acréscimos à base de cálculo

5.1 – Rendimentos de aplicações financeiras

5.2 – Ganhos de capital

5.3 – Variação cambial ativa

5.3.1 – Opção assinalada na DCTF – irretratável (efeitos)

5.4 – Dedução de despesas diretas na locação decorrente de atividade não principal

5.5 – Adição dos saldos credores diferidos da Parte B do Lalur

 

6  – Adoção do regime de caixa

6.1 – Condições e controles necessários

6.2 – Implicações na mudança

6.2.1 – Entre os regimes

6.2.2 – Por alternância do critério de reconhecimento das receitas

 

7  – ECF – Escrituração Contábil Fiscal

7.1 – Criação ou importação de arquivo texto

7.2 – Recuperação de dados da ECD

7.2.1 – Dicas quanto a situações ou advertências da ECD que podem provocar inconsistências para a ECF

7.3 – Relacionamento com o plano referencial da RFB (registros P100 e P150)

7.4 – Cálculo do IRPJ/CSLL (registros P200 a P500)

7.5 – Retenções na fonte (registro Y570)

7.6 – Conexões entre os registros e outras obrigações tributárias acessórias

 

8  – Apropriação do IRPJ e CSLL

8.1 – Corrente

8.2 – Diferido

8.3 – Momento da dedução do IR e da CSLL

 

Metodologia: expositiva, com apresentação exemplificativa das situações abordadas. Desenvolvimento de exercício prático de apuração do IRPJ e CSLL devidos no trimestre e contabilização do IRPJ/CSLL diferidos.

 

Trazer: lápis, borracha e calculadora simples, facultado trazer notebook com MS Excel ou equivalente instalado.

 

Observações:

Incluso: 2 Coffee breaks, material didático (impresso) e certificado.

 

IMPORTANTE: O estacionamento é terceirizado, as vagas serão liberadas conforme disponibilidade. O valor para período integral é R$ 10,00. O pagamento deverá ser efetuado na recepção do prédio.

 

O SESCON/SC reserva-se ao direito de realizar o curso somente após o fechamento da turma.

Instrutor:

Édison Remi Pinzon

Curriculo:

Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), MBA em Gestão Tributária pelo INPG, atuou por mais de 20 anos nas áreas contábil, tributária e de controladoria de empresas industriais e de serviços e por 4 anos como analista de negócio (ERP), especialista em soluções na área de planejamento fiscal empresarial, consultor certificado do programa FORCEC, responsável pela  Atuábil Consultoria e Cursos, instrutor de cursos na Consult, SESCON/SC, SESCON/GF, SESCAP Londrina (LDR), SESCON/RS, CRC/PR, Karlinski Treinamentos Empresariais (RS), Doria Cursos e Socion Training. Palestrante de palestras gravadas para o CRPCPR em 2017 e dos cursos “ECF – Escrituração Contábil Fiscal” e “Lucro Presumido” gravados para a UNIFENACON em 2015. Autor de artigos tributários publicados pelo SESCAP/PR, SESCON/GF e Veritae Orientador Profissional (RJ).

Local de Realização:

Auditório Sescon/SC – Av. Dr. Albano Schulz, 815 – Centro – Joinville/SC

Descontos:

Para inscrição antecipada: 10.00 % para inscrições até o dia 29/09/2015

Para inscrições 01/07 – 10% de desconto

Representados do Sescon/SC com a contribuição Sindical em dia ganhará 10% de desconto.