25/10/2016        SESCON/SC        0 comentários.

juntaO Sescon/SC recebeu, na tarde de segunda-feira (24/10), a visita do presidente da Junta Comercial de Santa Catarina, Júlio César Marcellino Jr., para tratar de assuntos relativos ao funcionamento da agência regional em Joinville.
O presidente relatou a mudança que acarretou na necessidade da cobrança de taxas para que as agências regionais pudessem ser autossustentáveis.

No entanto, uma das principais reclamações dos associados da entidade estão relacionadas com a demora e a forma como é realizado o atendimento.

Os representantes da classe contábil presentes na reunião questionaram o motivo de não ser implantando em Joinville o procedimento JUCESC 90 minutos, o qual destina-se a abertura de sociedades Limitadas, Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada e Empresários Individuais, em até 90 (noventa) minutos.

julioComo resposta a esses e outros vários questionamentos, o presidente da Jucesc informou que nesta terça-feira (25/10) estaria indo para Brasília para tentar agilizar a implantação da Junta Digital em nosso Estado. Segundo ele a maioria dos problemas que os empresários contábeis enfrentam atualmente, com a demora do atendimento e até com a demora na análise dos processos, estará resolvido nesse novo formato digital, onde para muitas questões a presença pessoal na agência não será mais necessária.

O vice-presidente do Sescon/SC, Adilson Bachtold, agradeceu o rápido atendimento da solicitação de vista, uma vez que o pedido foi feito na quinta-feira (20/10) e dois dias úteis após já foi realizada.

O presidente da Jucesc, Júlio César Marcellino Jr., levou todas as reinvidicações e prometeu buscar uma solução para elas o mais rápido possível.

Categoria: Notícias  |   SESCON SC  |   Tributário e Fiscal

  Comentários

O seu endereço de email não será publicado